Ti-Ti-Ti!

Publicado: 21 de março de 2011 em TV Brasileira
Tags:, ,

Ti_Ti_Ti_(2010)_logo

Ti-Ti-Ti!, remake de duas novelas de Cassiano Gabus Mendes (Tititi e Plumas e Paetês), acabou. Escrito por Maria Adelaide Amaral, mais conhecida por seu trabalho em ótimas minisséries, se revelou também uma ótima novelista. Tititi acabou não sendo muito bem um remake, mas uma nova versão, completamente diferente das tramas originais. E cujos méritos saltam aos olhos. Pra começar, tem DOIS núcleos centrais importantíssimos! Isso se deu pelo fato de que se originou de duas novelas diferentes. Então tem o núcleo da Marcela e o núcelo do Leclair e o Valentim. E ambos os núcleos brilharam com o mesmo ardor, o que foi uma coisa bacana, deixou a novela diferente. Fez com que ela fosse muito mais cheia de acontecimentos, ação e, principalmente, sem um personagem propriamente principal. Para completar, um dos núcleos é constituído de uma rivalidade entre dois personagens. Mas a novela vai muito além desses pequenos lances de originalidade. Todos os personagens brilharam. Impressionante como não teve UMA trama completamente chata, UM personagem completamente subutilizado! Incrível! E outro ponto alto da novela foi o tom. Houve muita variedade de situações e personagens, mas toda a novela, cada cena, teve o mesmo tom empregado de comédia com drama na mesma medida e do mesmo jeito. Isso (e o fato de ter conexões plausíveis entre os núcleos) deu a impressão de se estar mesmo vendo um produto só. Isso é MUITO mais do que as novela atuais tem conseguido, já que parecem um retalho mal feito e com forçação de barra pra se juntar. Mas não é o caso aqui. E isso é ainda mais digno de mérito para Maria Adelaide, porque foram duas novelas em uma, tinha muito mais chances de núcleos desconjuntados, mas isso não aconteceu. Realmente a novela foi uma coisa só, muito bem amarrada. E com um final que pegou coisas até mesmo do início da novela pra serem explicadas. Outra coisa muito boa foi a falta de marasmo. Sempre houve um zilhão de coisas acontecendo na tela. Isso se deu, principalmente, pelo fato de que todas as cenas foram microcenas, realmente muito muito muito pequenas (até demais). Também é interessante notar que a comédia da novela foi ótima, muito engraçada, e potencializada pela ótima performance dos atores! O texto, no geral foi muito bom, uma perfeita dramédia. E ainda tinha as referências a outras obras televisivas, como por exemplo, Fera Radical e o beijo gay na TV, que valorizaram o produto. Fora os personagens maravilhosos apresentados (Jaqueline é um must-have da TV!). Bom, depois de tanta rasgação de seda, vou terminar meu “review”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s