Game of Thrones

Publicado: 23 de junho de 2012 em Review, Séries
Tags:, , ,

game of thronesGame of Thrones é uma série de fantasia épica do canal a cabo americano HBO, baseada na série literária Crônicas de Gelo e Fogo, do escritor George R.R. Martin. O nome da série, Jogo dos Tronos, é homônimo do primeiro livro da série. Para assegurar a qualidade da série, que é baseada em uma das séries literárias de maior sucesso no mundo, o próprio escritor faz parte da equipe da série. Por isso, o clima épico da produção chega a se comparar à saga do Senhor dos Anéis de Tolkien (exceto pelo fator orçamento).

O George RR Martin criou um mundo complexo, gigântico, quase real de tantos detalhes. A decisão dele de criar A Song of Ice and Fire veio do desejo dele de criar um mundo muito grande. Isso por que ele escrevia para televisão, onde ele não poderia dar completa vazão ás suas idéias. Por isso, a tarefa de transformar livros enormes quanto esses em temporadas de 10 episódios é excruciante, e ainda mais considerando que o orçamento de uma série é muito menor do que o de um filme. Para isso, o próprio autor já escreveu alguns episódios (2×09-Blackwater, p.ex.).

Enquanto eu, decidi escrever esse review pela imensa qualidade da produção.

Primeiramente que, por estar na TV fechada, não há censura de conteúdo. A série apresenta muita violência, sexo e palavreado forte. Mas não é gratuito. Tudo tem um motivo, que é o de retratar esse mundo soberbo e seus personagens tridimensionais, dando o impacto necessário.

Essa falta de censura acaba sendo ainda mais importante, vide que, mesmo sendo uma série de fantasia, que se passa em um mundo diferente, há muito dos tempos medievais da nossa Terra nele. É uma espécie de versão paralela do nosso mundo medieval, com todas as cosas cruéis e viciosas que já fizeram parte da sociedade humana. O Jogo dos Poderes nessa terra de fantasia é, portanto, ambiciosamente realista. E isso dá um valor altíssimo à produção.

Mas o que mais pode ser dito a respeito da qualidade da série é a maneira em que o jogo pelos tronos funciona (principalmente na segunda temporada). Há muita traição, vingança e muitos conflitos acontecendo ao mesmo tempo, todos interligados. Mas não espere por muita ação, por que o orçamento não permite (mas quando a ação acontece, é soberba). Isso, entretanto, acaba não sendo necessário, já que há muitos outros conflitos mais interessantes acontecendo. Conflitos diplomáticos, políticos e familiares.

Os personagens também, vale mencionar, são todos muito bem feitos. Eles são realistas, até mais, são reais. Não há nada dos valores do nosso mundo neles, eles são personagens dessa terra criada por George Martin. São seres medievais. E tem várias camadas, várias faces, são completamente tridimensionais, de uma maneira poucas vezes vista. Você até pode odiar completamente algum deles (olá, Jofrey), mas não pode deixar de entendê-los, se você se aprofundar neles.

E a terceira temporada é baseada em apenas parte do 3º livro, já que este é muito maior que os outros que vieram antes. Essa divisão traz ainda mais qualidade para a obra.

Quanto aos livros, eu compreendo por que eles são escritos do jeito que são, mas não são pra mim. Há muitos detalhes, muita história e isso faz com que as coisas sejam mais lentas e eu sou muito imediatista, então não aguento lê-los.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s